Levanta-te Porto! – 18 de Setembro [PARTICIPA]

PORTO COM OS 8 OBJECTIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÉNIO (ODM)

A iniciativa “Levanta-te Porto” surge da parceria de diferentes entidades (da qual da REDE faz parte) que, pelo segundo ano consecutivo, pretendem colocar os ODM nas ruas do Porto.

Este evento realizar-se-á simbolicamente no próximo dia 18 de Setembro para celebrar a realização da Cimeira da Organização das Nações Unidas sobre os ODM de 20 a 22 de Setembro, em Nova Iorque, onde estarão reunidos/as os/as dirigentes dos países que assinaram a Declaração do Milénio.

Em Setembro de 2000, chefes de Estado e de Governo de 189 países, incluindo Portugal, reuniram-se nas Nações Unidas, onde assinaram a Declaração do Milénio, comprometendo-se a lutar contra a pobreza e fome, a desigualdade de género, a degradação ambiental e o vírus do VIH/SIDA. Assumiram ainda o compromisso de melhorar o acesso à educação, a cuidados de saúde e a água potável. Para avaliar o cumprimento deste compromisso, estabeleceram 8 Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), a alcançar até 2015:

• Reduzir para metade a pobreza extrema e a fome até 2015
• Alcançar o ensino primário universal até 2015
• Promover a igualdade de género e empoderar as mulheres
• Reduzir em dois terços a mortalidade infantil até 2015
• Reduzir em 75% a mortalidade materna até 2015
• Combater o VIH/SIDA, a malária e outras doenças graves
• Garantir a sustentabilidade ambiental
• Fortalecer uma parceria global para o desenvolvimento

Todos os países, incluindo Portugal, não estão a cumprir com o prometido e o prazo está a terminar.

Saliente-se que esta iniciativa é uma acção global e faz parte de um elo internacional, já que no dia 18 terão lugar várias iniciativas em diferentes países, na Europa, em África, na Ásia, cujo mote é LEVANTA-TE E FAZ BARULHO (Stand Up and Make Noise).

www.objectivo2015.org

Vídeo Promocional:
http://www.youtube.com/watch?v=Qwnk2UtdtlM

ORGANIZAÇÃO:

Este evento conta com o apoio da Campanha do Milénio da ONU em Portugal – Objectivo 2015 e é organizada pelas seguintes entidades:

• AIESEC;
• Associação Cultural Plano B
• Associação PAR – Agência ODM;
• Associação Reviravolta;
• Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto (CRE_PORTO);
• Engenho & Obra;
• Faculdade de Medicina da Universidade do Porto;
• FAP – Federação Académica do Porto
• Gabinete de Educação para o Desenvolvimento e Cooperação da Escola Superior de Educação do Politécnico do Porto (ESEPP);
• G.A.S. África;
• G.A.S. Porto;
• Grupo para a Promoção e Investigação dos Direitos Humanos e da Paz (GIPP-UCP Porto);
• HERA – Associação para a Valorização e Promoção do Património;
• Ilha da Fantasia – Produções, Lda.
• Instituto Superior de Engenharia do Porto;
• Mestrado em Economia Social (UCP Porto);
• Rede Portuguesa de Jovens para a Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens,
• Universidade Católica Portuguesa – Porto Cidade Solidária;

Apoios:

Câmara Municipal do Porto
Porto Lazer EM
CGD
Delta Cafés
Sagres

PROGRAMA

Marcha pela cidade do Porto a convergir na Avenida dos Aliados
(Saída do ISEP.IPP, 14 horas)

Organizada em conjunto pelas entidades associadas ao Levanta-te Porto e as associações académicas do Porto, será realizada uma marcha a partir de pontos diferentes da cidade que culminará na Avenida dos Aliados, com uma marcha conjunta até à Cordoaria.

Nesta marcha os/as participantes levarão uma t-shirt com 8 cores diferentes estampadas com os 8 ODMs.

15.30 – Concerto Per’Curtir

A Escola de Percussão da Associação Cultural e Desportiva de Mindelo, Per’Curtir, surge como um projecto de intervenção pedagógica, social e cultural, associado à promoção da evolução dos padrões artísticos. Esta escola pretende cativar todo o tipo de pessoas, no sentido do prazer de fazer música, de ocupar os seus tempos livres e uni-los na amizade.

www.myspace.com/percurtir

17.00 – Teatro de Rua: “O som das estrelas”

Uma estrela cadente foge da rotação normal do universo e desagua no planeta terra.
Um andarilho, que simboliza a estrela, é acompanhado por um musico que produz sons do cosmos. A estrela andarilha e o musico ocupam o espaço, jogam, dançam e interagem com os transeuntes.
Momentos de poesia musical e visual surgem a cada momento.”

www.nuvemvoadora.com

18.00 – Orquestra de Saxofones “Vento do Norte” (Concerto)

A Orquestra de Saxofones Portuguesa da ESMAE do Porto, Portugal, foi fundada no verão de 1998 por Henk van Twillert em cooperação com o quarteto de saxofones de Amesterdão.

Um dos seus objectivos principais passa pela demonstração pedagógica do desenvolvimento da memória, executando assim programas concertantes inteiros sem partituras, o que torna este projecto praticamente único na Europa e ainda com uma enorme margem de progressão.

http://ventodonorte.wordpress.com/

19.30 – Grupo Raízes (Concerto)

O Grupo “Raízes” surgiu em Vila Verde, Braga, no dia 25 de Abril de 1980, com o propósito de participar nas comemorações desta histórica data. Esta experiência criou raízes, as motivações ganharam força e a partir daí o grupo não mais parou tendo vindo a desenvolver um profícuo trabalho de pesquisa, recolha e divulgação da musica tradicional portuguesa.

A composição de temas próprios, a utilização de novas sonoridades, tanto em termos instrumentais como das próprias musicas, a diversificação de instrumentos, o rigor na execução e a enorme vontade do grupo em respeitar as suas tradições e costumes, mas simultaneamente acompanhando a evolução dos tempos, são os objectivos que presidem e estão sempre presentes nas coordenados deste Grupo.

www.raizes-grupocultural.pt

22.30 – CAVALHEIRO (Concerto)

É inevitável, a título pessoal, escrever sobre um trabalho de Cavalheiro sem evocar imagens saídas de recantos, ruas e avenidas num esquema fora-de-horas habitado por figuras atiradas pela noite. Por vezes, alguma daquela luz intermitente rompe a escuridão e bate nos rostos ávidos de choques, de experiências. Assim é o rosto do Tiago Ferreira (este nosso Cavalheiro).

http://www.myspace.com/musicacavalheiro

23.30 – Bailarico: Zé Pedro dos Xutos

Dj Zé Pedro, o guitarrista da mais famosa banda de rock portuguesa sempre foi um amante da música.
Quando se apaixonou pela música e formou os Xutos & Pontapés, nunca imaginou que se iria tornar num dos mais conhecidos guitarristas nacionais. Durante estes trinta anos, percorreu o país de lés a lés tocando ao vivo para milhares de fãs.
Zé Pedro dos Xutos e Pontapés é um dos músicos mais acarinhados em Portugal.

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

Leave a Reply