O que é o mentoring

O mentoring é uma estratégia destinada a desenvolver os recursos das gerações mais jovens através da relação entre uma pessoa experiente, que deseja motivar, inspirar e transmitir o seu saber-fazer a uma pessoa mais jovem que deseja aumentar o seu potencial.

O/a Mentor/a deverá, portanto, dispor de experiência acumulada, de influência e de contactos diversificados e deverá estar disponível para os transmitir ao/à jovem e para a/o guiar.

O mentoring é, em princípio, independente do sexo dos participantes, embora no passado constituísse uma prática informal adoptada, sobretudo, pelos homens. Com o decorrer do tempo, o mentoring tem vindo a ser desenvolvido com o propósito de constituir uma estratégia para reforçar a autonomia e envolvimento das jovens mulheres. A grande vantagem do mentoring entre mulheres é o facto das jovens poderem encontrar modelos de conduta do mesmo sexo em domínios onde a presença das mulheres ainda é escassa.

De facto, trata-se de uma estratégia útil na medida em que permite a aprendizagem através da observação num contexto relacional de modelos de comportamento e de utilização de conhecimentos. A literatura demonstra que esta aprendizagem vicariante acelera a aprendizagem e evita erros que podem dar origem a consequências negativas.

Pretende-se assim contribuir para uma nova cultura política onde mulheres e homens detenham a mesma influência e força.

Observar modelos competentes a desempenhar acções que produzem resultados positivos fornece à Mentorada informação útil acerca da sequência de acção a seguir. As Mentoradas poderão então empreender acções motivadas pelos resultados gratificantes dos seus modelos (mentoras) ou motivadas pela importância da aprendizagem.

A aprendizagem vicariante potencia na Mentorada a confiança nas suas próprias capacidades, ajudando-a a ultrapassar inibições e motivando-a para a acção o que contribui para a tornar mais empreendedora e mais responsável pelo seu papel social e cívico e pelo percurso de vida enquanto mulher e cidadã. Naturalmente, quanto mais competente e empreendedora for a modelo, maior a possibilidade de sucesso da intervenção.

A escolha dos pares Mentorada-Mentora é assim uma tarefa vital para o sucesso deste projecto!