Projetos atuais

Projeto ‘Aka Ativismo’

O projeto Aka Ativismo é financiado pelo programa Erasmus + e Juventude em Ação, sendo um projeto de voluntariado, com a duração de 12 meses, do Serviço de Voluntariado Europeu (SVE). Conta com as voluntárias Dora Gigler, da Hungria, e Paula Caballero, de Espanha. Este projeto terminará a Agosto de 2016.
O projeto tem como objetivos:
– Promove jovens de povos cidadania activa e a cidadania europeia também;
– Desenvolve a solidariedade e promover a tolerância entre os jovens, a fim de promover a coesão social entre as culturas diferentes e origens diferentes;
– Promove diálogo entre os jovens de diferentes países;
– Contribui para o desenvolvimento das organizações da sociedade civil no domínio da juventude;
– Dinamiza cooperação europeia no domínio da juventude;
– Técnicas de mobilização e de grupo às actividades piscatórias desenvolvidas;
– Promove o espírito de equipa e também a criatividade entre redes de jovens (que será criado).

Como resultados esperamos:
– Promover acções de educação não formal que contribuem para adquirir know-how na área de género mainstreaming thie;
– Desenvolver a criatividade para os/as voluntários/as para o seu futuro profissional;
– Promover a inclusão social através do trabalho com as mulheres das minorias étnicas e das mulheres com menos oportunidades e com dificuldades de acesso à informação ou infra-estruturas (as mulheres migrantes, as mulheres ciganas, as mulheres na agricultura, jovens mulheres rurais).
As voluntárias estão envolvidas em todos os projetos da Rede, que consideram estas prioridades nacionais, tendo participado no GreenFest e entre outros acontecimentos.
Deste projeto surgiu, como previsto, a criação de um blog pelas nossas sve’s, que aqui está disponível e tem sido dinamizado na página do faceboo da REDE, http://ativismoemrede.tumblr.com/
Como atividades, as nossas voluntárias, Dora e Paula, participaram em ações de formação, uma sobre Igualdade de Género, de onde tiveram de criar um relatório sobre o seu próprio país de origem quanto a esta dinâmica. Participaram no GreenFest, tendo dinamizado atividades e estando responsáveis pela reportagem fotográfica do evento.
Participaram também, como assistência, na Conferência Gendering the Crisis, a 29 de outubro 2015, na Fundação Calouste Gulbenkian.
O seu papel na Rede tem sido de criar atividades de angariação de novas pessoas para a Rede e até agora temos duas ações planeadas para o início do ano de 2016.
Como forma de responsabilização, encarregamos as voluntárias pelo TeamBuilding da Rede, onde tiveram de dinamizar atividades de âmbito não formal, com o objetivo de criar espirito de equipa, de se programar o próximo ano de trabalho, 2016, da rede e para perceber que tipo de motivações e vontades demonstravam o grupo de ativistas da Rede.